Menu

10 acessórios masculinos que fazem a diferença (parte 1)

Por muitos séculos, os homens usaram tantos (ou mais) acessórios do que as mulheres, como chapéus, plumas, perucas, anéis, colares e brincos, elementos brilhantes e extravagantes característicos das eras do Renascimento, Barroco e Rococó. Porém, com o advento da Revolução Industrial e do Iluminismo, as roupas começaram a ficar mais simples e sem muitos adornos. E, com essas mudanças, a separação entre as indumentárias masculina e feminina começa a ficar cada vez maior e mais evidente.

Entretanto, no cenário atual, essa barreira está diminuindo novamente, dando mais liberdade para homens e mulheres expressarem suas personalidades por meio de peças e acessórios variados.

10 acessórios masculinos para incrementar o look

Os acessórios ajudam a complementar o look masculino, dando um toque de cor, sofisticação, elegância, estilo ou praticidade à roupa. Para isso, basta conhecer as opções e saber como combiná-las:

1. Óculos escuros

Com o sol abundante que temos em nosso país tropical, os óculos escuros são aliados ideais, combinando proteção e estilo. É um acessório versátil, que pode ser usado com qualquer tipo de roupa, deixando o rosto mais simétrico, aumentando a confiança e dando um ar de elegância e mistério. Existem modelos mais clássicos e mais esportivos, mas o mais importante é achar um par que combine com o formato do seu rosto e sua personalidade.

Rostos ovais combinam com praticamente todos os modelos, sendo os retangulares uma das opções favoráveis; rostos redondos combinam bem com o modelo Wayfarer e com armações quadradas e retangulares; rostos quadrados dão certo com óculos redondos, ovais ou tipo aviador; rostos triangulares pedem modelos redondos ou tipo aviador.

2. Relógios

Os relógios complementam o look de uma forma muito elegante, além de serem funcionais. Para roupas sociais, ele é ideal para deixar a combinação ainda mais alinhada, sendo recomendado os de metal, alumínio, aço, prata ou ouro, sem muitos detalhes e mais clássico. Os modelos com pulseira de couro ou lona são mais casuais, e podem adicionar um toque de cor e personalidade ao look. Os emborrachados são mais esportivos e caem bem com looks casuais.

Vale prestar atenção ao tamanho do relógio, que deve ser compatível com a estatura e tipo físico da pessoa.

3. Pulseiras

As pulseiras são uma ótima forma de deixar o visual diferenciado, sendo parecidas com o relógio – sem a funcionalidade. Há ainda certa resistência em utilizá-las em looks mais formais, mas com bom senso é possível aliá-las ao famoso conjunto de terno e gravata, basta escolher peças mais discretas e que harmonizem com a roupa (combine a cor da pulseira com a gravata, por exemplo, ou use pulseiras em tons neutros ou em metais nobres, como ouro ou prata).

Uma boa ideia é usar pulseiras mais finas junto com o relógio (no braço oposto ou no mesmo), formando um conjunto. Outra opção é utilizar um combo de pulseiras, alternando acessórios coloridos com neutros além de materiais e tipos diferentes, como uma pulseira de couro mais larga, com pulseiras mais finas coloridas e outra com detalhes em madeira, por exemplo.

4. Anéis

Existem anéis de diferentes materiais, designs, tipos e cores. Os anéis representam uma oportunidade de expressar seu estilo e personalidade. Anéis de prata, platina e ouro são mais formais, sendo a prata e a platina mais fáceis de combinar com diferentes roupas. Materiais como aço, titânio, tungstênio e paládio também agradam muito os homens e, por terem cores neutras, também são práticas na hora de harmonizar com o restante do look. Cerâmica, madeira, resina, pedras e até mesmo coco são opções que casam bem com visuais casuais e despojados.

A dica é sempre procurar harmonizar o look, principalmente se o look é formal: combine o anel com o relógio ou com a pulseira. Além disso, é importante atentar-se à proporção da mão e dos acessórios.

5. Colares

Os colares ainda estão mais vinculados a trajes mais informais e ajudam a complementar o visual. Por ficar junto da camisa, camiseta ou blusa, o ideal é que o acessório não “brigue” com a cor ou estampa da peça. A palavra-chave é equilíbrio: basta decidir o que deseja destacar no look. Se a ideia é chamar a atenção para um pingente escuro, basta usar uma camisa de cor clara; já um colar colorido contrasta bem com uma camisa de cor complementar (que estão opostas no círculo cromático), por exemplo.

É interessante usar colares que combinem com o estilo, a roupa e o clima – materiais como couro, por exemplo, podem combinar bem com roupas mais pesadas. Além disso, podem-se usar colares de tamanhos, comprimentos e tipos variados, criando um conjunto.

Da mesma forma que os demais acessórios, é importante ter em mente o biotipo, colares mais finos ajudam a suavizar pescoços mais grossos, enquanto colares mais largos equilibram pescoços finos. O comprimento também deve ser levado em conta, evitando deixá-los grudados no pescoço ou na altura do umbigo.

 

Gostou das dicas? Continue acompanhando o blog da Camisaria Italiana e confira, em breve, a parte 2 do post “10 acessórios masculinos que fazem a diferença”, no qual falaremos sobre mochilas/bolsas, bonés/chapéus, gravatas, lenços e cintos!

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp