Um meio-termo entre a calça social e a jeans, a calça chino é uma das peças mais democráticas do guarda roupa masculino. Confortáveis e leves, as calças chino podem ser encontradas em uma variedade de cores e são muito versáteis – de um look social a um visual casual, ela é curinga. Conheça mais sobre a peça neste post, para saber como usá-la e aproveitá-la em diferentes ocasiões.

Entenda: calça chino ou de sarja?

É comum haver uma confusão quando falamos da calça chino, pois ela também é conhecida como calça de sarja. Por isso, vamos explicar os termos:

  • Sarja: é o nome da trama do tecido. Os fios de algodão são entrelaçados na diagonal, resultando em pouca elasticidade e textura nervurada, o que garante um tecido firme e durável.
  • Chino: é o nome dado às calças feitas de sarja, com modelagem semelhante às peças sociais e de alfaiataria.

Sendo assim, é possível encontrar peças que são de sarja, mas não são chino, como calças skinny feitas com esse tipo de trama, por exemplo.

Por serem confeccionadas em algodão, as calças chino permitem que o corpo respire e são ótimas para climas mais quentes. Além disso, a modelagem clássica oferece uma alternativa às peças sociais, conferindo estilo e conforto.

A história da calça chino

No século 19, os militares ingleses usavam, como uniforme, calças tipo sarja na cor cáqui, ou seja, um tom terroso, que os ajudavam a se camuflar na paisagem. Anos depois, os soldados norte-americanos também adotaram essas calças por sua durabilidade, simplicidade e conforto. Visto que o principal fornecedor dessas peças era a China, as calças se popularizaram como chinos, forma que os espanhóis (que estavam lutando na guerra contra os EUA) chamavam os chineses.

Quando voltaram da guerra, muitos soldados passaram a usar as calças no dia a dia e, aos poucos, foram incorporadas à moda civil. A princípio, o tom mais comum era o cáqui, depois, as cores neutras começaram a ganhar espaço, como branco, cinza e preto. Atualmente, existem chinos de cores variadas e, inclusive, peças estampadas.

Versatilidade: como usar a calça chino

Em ocasiões em que a calça jeans é muito informal e não é necessário usar uma calça social, o chino é a opção ideal. Além disso, a peça também oferece uma oportunidade para inovar no estilo ou transitar com facilidade entre situações sociais e casuais durante o dia.

No escritório ou em ambientes formais

Em ambientes de trabalho que exigem um traje mais formal, como escritórios e grandes empresas, porém têm uma certa flexibilidade, é possível usar a calça chino desde que combinada com peças adequadas. Se seu trabalho tem apenas um dia liberado para vestimenta casual, como uma Casual Friday, esse pode ser o dia para tirar o chino do guarda-roupa.

O ideal é optar por cores neutras, como preto, marrom, cinza, bege e azul marinho. A camisa e o sapato devem ser sociais, para equilibrar a casualidade da calça.

No geral, as cores mais escuras dão um ar mais sóbrio e formal. O mesmo acontece com as camisas lisas, em comparação com as estampadas. Sendo assim, prefira camisas lisas ou com padronagens discretas.

É possível criar contrastes, combinando uma calça escura com uma camisa clara e vice-versa. Porém, também é possível criar visuais mais claros, como uma calça chino bege e uma camisa azul. Da mesma forma, uma calça azul marinho cai bem com uma camisa vinho.

Em ambientes casuais

A calça chino também é recomendada para criar visuais despojados, como uma alternativa ao jeans. Como atualmente existem chinos de diferentes cores e estampas, é possível ousar e inovar. Basta combinar as cores e os acessórios para construir visuais harmônicos e que o agradem.

Calças ou bermudas com camisas polo, sociais, estampadas, xadrez, camisetas e regatas podem ser escolhidas sem medo. Nos pés, mocassins, botas, tênis, sapatênis e alpargatas podem completar o look. Também é possível dobrar a barra da calça e dispensar a meia para dar um ar moderno ao visual.

É importante lembrar que o calçado, a peça superior e os acessórios que vão ditar o nível de formalidade do look. Por isso, se o local a ser frequentado exige mais requinte, opte por uma calça de tom neutro, um calçado elegante, como um mocassim, escolha acessórios clássicos, como um relógio, e uma camisa, por exemplo. Para uma festa casual com amigos, é possível combinar uma calça chino de cor vibrante, uma bota ou um tênis, uma camisa estampada ou com padronagem e acessórios descolados, como pulseiras e colares, por exemplo.

Já que o assunto são as calças masculinas, que tal aprender qual é o comprimento ideal para você?

CTA Camisaria Italiana