Confira os erros e acertos que podem fazer a diferença para a sua franquia

A jornada do empreendedorismo em franquias é cheia de erros e acertos. Não há receita pronta para o sucesso, mas alguns cuidados e medidas podem funcionar, de forma geral, para todos os negócios. Confira os fatores que separamos que podem alavancar o seu negócio ou ser um obstáculo no caminho da sua franquia.

6 erros e acertos de franquias que fazem diferença

1. Contratar colaboradores com base apenas em afinidade ou parentesco

Erro.

Por quê?

Muitos empreendedores que optam por franquias são iniciantes no mundo dos negócios ou têm experiência apenas com pequenas empresas. Por isso, é comum querer contratar amigos ou familiares para ajudar no negócio, pois pode parecer mais confortável, agradável e/ou barato trabalhar com pessoas que você já conhece. De fato, pode ser. No entanto, a equipe é o motor que movimenta a franquia, por isso, deve ser qualificada, competente e profissional.

Isso não significa que você não possa contratar um amigo ou parente. De forma alguma. Mas é importante realizar uma seleção criteriosa para avaliar essas pessoas, abrindo oportunidades para outros interessados, fora do seu círculo social. Isso permite que você conheça os talentos e interesses de cada um para atribuir as tarefas mais adequadas e também profissionaliza os vínculos dentro da empresa. É essencial separar a vida pessoal da profissional se você trabalha com amigos ou familiares, para preservar as relações e o negócio.

2. Estudar as redes franqueadoras minuciosamente

Acerto.

Por quê?

Você vai abrir um negócio, assumir riscos, lidar com funcionários e clientes, investir seu dinheiro, tempo e recursos. Já falamos aqui no blog sobre a importância de adquirir uma franquia com tradição e marca consolidadas. Sendo assim, é necessário conhecer a rede, pesquisar na Internet, conversar com quem já trabalhou (ou trabalha) com a franqueadora, pedir informações e tirar dúvidas diretamente com a empresa etc.

3. Acreditar que franquias não apresentam riscos

Erro.

Por quê?

Embora os riscos de uma franquia sejam menores do que começar um negócio “do zero”, ainda assim eles existem. Ou seja, é preciso ter um investimento inicial, um capital de giro para manter o estabelecimento nos primeiros meses, um planejamento financeiro etc. Alguns pontos que apresentam riscos e podem influenciar no lucro e manutenção da franquia:

  • Ponto comercial – muitas vezes a rede indica, estabelece ou pode ajudar a escolher o melhor local;
  • Plano de marketing – algumas franqueadoras já possuem um, caso contrário, você precisa fazer um bom planejamento para divulgar sua franquia e atrair clientes;

Gestão de estoque – ter peças na loja e saber o que está “encalhado” é essencial para a saúde do negócio.

4. Avaliar o seu perfil antes de escolher a franquia

Acerto.

Por quê?

Você irá trabalhar (e muito) no novo negócio. Por isso, é importante que ele esteja alinhado ao que você deseja, às suas expectativas, ao seu estilo de vida, interesses pessoais etc. No post, Cinco dicas para escolher a franquia certa para o seu perfil, damos algumas sugestões para ajudá-lo nessa escolha.

O Portal do Franchising fez uma lista 107 franquias de sucesso e ainda oferece diversas informações valiosas sobre a forma de escolher uma rede.

5. Achar que a marca é tudo na franquia

Erro.

Por quê?

A marca é, de fato, um dos principais fatores da franquia. Afinal, já existe uma rede com aquele nome, e você não precisa apresentar um novo produto e conquistar o seu lugar no mercado. No entanto, como qualquer negócio, existem vários outros fatores que influenciam no sucesso da empresa.

Um dos principais é o atendimento ao cliente. Se existem diversas lojas que vendem o mesmo que você (ou produtos similares em outras redes), o seu diferencial está na forma como você trata o consumidor.

O outro grande fator é a gestão. Organização, administração e planejamento são palavras-chave em qualquer negócio. Se a franquia fica sem estoque, sem capital para se manter ou sem divulgação, por exemplo, não há marca consolidada que poderá salvar esse negócio.

6. Fazer um bom planejamento financeiro

Acerto.

Por quê?

É o dinheiro que vai iniciar, sustentar e aprimorar a franquia. Grande parte das redes já possuem um plano de negócios, o que facilita bastante a vida do empreendedor, principalmente os iniciantes. Isso significa que você poderá acessar dados sobre o mercado, a concorrência, as expectativas etc. Porém, vale frisar que você deverá fazer um planejamento individual para a sua franquia, com base nas informações da rede, porém acrescentando conhecimentos locais, estudos do seu orçamento, estabelecimento de objetivos entre outros.

Você sabia que pode ter uma franquia da Camisaria Italiana? Saiba mais!

Guia completo franquia - Camisaria Italiana