Vestir-se bem é praticamente uma necessidade para um homem moderno que mora em uma grande cidade. Mas não só para ele, pois, com o aumento do uso de redes sociais e a divulgação de detalhes da vida das pessoas, todo mundo está com maior atenção para o que veste e como se comporta. E a moda masculina não escapa a esse padrão. Há algumas cidades do mundo que simplesmente ditam tudo o que será moda. Mas você sabe por que isso acontece? Então, descubra no post de hoje e entenda por que Milão dita as tendências de moda masculina. Acompanhe!

Milão: uma cidade incrível

Milão é uma belíssima cidade, capital da Lombardia. Metrópole e cosmopolita, tem cerca de 4.3 milhões de habitantes. Com joias arquitetônicas que datam da idade média entre suas atrações, a localidade mistura tradição e modernidade, arte e mercado. Prova disso é ser uma das principais capitais da moda mundial. No Quadrilátero da Moda de Milão, você encontra as quatro ruas –  Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea, Via Manzoni e Corso Venezia – com a maior concentração de grifes de alta costura por metro quadrado.

Por tudo isso, semanas de moda, como a de Milão, se tornaram referência também a respeito de moda masculina. Mas como é que se chega a uma ideia de como os homens devem se vestir? A resposta, a seguir.

Como se criam tendências de moda masculina?

Moda é um mercado multibilionário. Disso, não temos dúvidas, mas em meio a celebridades, estilistas, grifes e equipes criativas, temos dois polos que movem todo esse universo.

Por um lado, temos as tecelagens que oferecem cores e propostas de tecidos para aquela temporada. A partir daí, os designers se debruçam sobre esse material, para repassar a estilistas que criam as peças e as apresentam em desfiles. E só então as celebridades começarão a expor esses looks. Somente meses mais tarde, essas tendências de roupas são consumidas em larga escala.

E aí entra o segundo polo, e principal, o consumidor. Não há tendência que resista, caso não seja consumida. Portanto, é o consumidor quem tem o poder de dizer se aquilo que a indústria da moda oferece será usado, ou não. Porque, em última análise, toda a movimentação financeira sai do bolso de consumidores – não só dos exclusivos e muito ricos, mas das classes médias do mundo, em muito maior medida.

Por que Milão dita as tendências de moda masculina?

Bem, são quatro os polos da moda mundial: Nova York, Londres, Milão e Paris. O caso específico da cidade italiana, capital da Lombardia, é porque representa um ponto estratégico para escoar a produção, para todo o mundo, graças às rotas marítimas da Itália.

E, por isso, Milão respira moda. Para se ter uma ideia, sua famosa Semana de Moda, não se trata de um período de sete dias, uma vez a cada 12 meses. São quatro semanas diferentes, por ano! Um mês inteiro, com a moda masculina ocupando uma semana em janeiro – primavera-verão – e outra em junho – outono-inverno.

Gostou de conhecer mais sobre a cidade de Milão, sua importância e como dita tendências em moda masculina? Quer saber mais? Continue lendo aqui.